em , ,

R na Prática – parte 20

Gráficos em R

1.3.1  Função plot()

A descrição da função plot() e de seus argumentos estão listados na Tabela P20.1. Lembrando que esta função é usada para definir uma área de plotagem sobre a qual podem ser inseridos elementos gráficos.

Tabela P20.1: Descrição da função de alto nível plot() e seus argumentos.

Dessa forma, o próximo exemplo fará uso desses argumentos que permitem modificar a forma de plotagem dos pontos, o tipo de escala nos eixos X e Y (aritmética ou logarítmica) e a inserção dos títulos nos eixos.

A plotagem gerada pela função plot() depende do tipo ou classe do primeiro argumento (Venables et al., 2020, p. 63) e do número de variáveis Murrel (2012, p. 32-37).

A combinação de tipos ou classe e do número de variáveis está sumariada na Tabela P20.2. Apesar das inúmeras possibilidades de uso da função plot(), ela é aplicada para fazer a plotagem de duas variáveis: x e y.

Tabela P20.2: Forma de gráfico gerada pela função plot() conforme o tipo ou classe dos dados e do número de variáveis (baseado em Murrel, 2012, p. 32-37).

Essa tabela ilustra as diversas possibilidades de uma única função plot(), dependendo do número de variáveis e do tipo ou classe dos dados.

A seguir, demonstra-se as opções de plotagem usando a função plot(x,y), conforme os diferentes argumentos que podem ser variados. No primeiro exemplo (Script P20.1), tem-se a representação feita com os argumentos sugeridos pela própria função plot(x,y).

Este é um exemplo simples do resultado da aplicação de uma função de alto nível. Nada além dos valores de x e y foi fornecido. A função plot() calcula automaticamente os valores mínimo e máximo para fazer as anotações nos eixos X e Y.

Referências bibliográficas

Murrell, P. 2012. R graphics. Boca Raton, CRC Press. 505p.

Paradis, E. 2005. R for beginners. Montpellier, Institut des Sciences de l´Évolution. 72p. https://cran.r-project.org/doc/contrib/Paradis-rdebuts_en.pdf. Acessado em 03/04/2020.

Venables, W.N.; Smith, D.M.; R Core Team. 2020. An introduction to R. https://cran.r-project.org/doc/manuals/r-release/R-intro.pdf. Acessado em 03/04/2020.

Próximo Artigo

A função plot() possibilita uma ampla gama de opções que podem ser alteradas por meio dos seus parâmetros. Assim, o próximo artigo irá tratar da descrição dos parâmetros da função plot(), através da função par().

Para conferir o artigo anterior, clique aqui.

Jorge Kazuo Yamamoto

Escrito por Jorge Kazuo Yamamoto

Prof. Dr. Jorge Kazuo Yamamoto, fundador da Geokrigagem, é geólogo, foi pesquisador do IPT e docente do Instituto de Geociências da USP, onde se aposentou como Professor Titular do Departamento de Geologia Sedimentar e Ambiental. Atualmente, atua como Professor Sênior do Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo – Escola Politécnica – USP. É responsável pela disciplina “Métodos geoestatísticos” na Pós-Graduação do IPT – Investigação do subsolo: Geotecnia e Meio Ambiente. Dedica-se ao ensino de geoestatística, com ênfase no desenvolvimento de algoritmos e pesquisa de novas aplicações, tais como: variância de interpolação, cálculo da variância global de depósitos minerais e correção do efeito de suavização da krigagem. Ultimamente, seu interesse está voltado para o ensino e divulgação da linguagem R.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geoestatística

R na Prática – Parte 21